Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Significados

 

 

convés
 

do Cast. combés ou Lat.  conversu


s. m.,
Náut.,
a parte da cobertura superior do navio compreendida entre o mastro do traquete e o grande, onde os passageiros conversam e passeiam.


navegante1
 

 

 

 

adjectivo uniforme

 

1. que navega

 

 

2. que percorre o mar

 

 

3. que se desloca sobre a água

 

 

 

 

 

 

nome 2 géneros

 

1. aquele que navega; navegador

 

 

2. pessoa que percorre longas distâncias pelo mar

 

 

(Do lat. navigante-, «id.», part. pres. de navigáre, «navegar»)

 

 

 

 

 

 

Informação gentilmente cedida por:

 

http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx

http://www.portoeditora.pt/dol/

 

 

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

Do ponto de vista da Capitã_de_Vida

 

 

Convés - Espaço onde me absorvo nos pensamentos, recordações, sentimentos. Onde medito, visualizo e me confronto comigo mesma. Perímetro onde vagueio enquanto escarafuncho o passado e o presente, onde recorro ao instinto e ao faro para saber se é hora de voltar ao leme e avançar para o futuro... A nossa vida resume-se ao convés aquando uma interacção com outros navegantes, conversas, estudos, planos, convivência. Experimentamos vários sentimentos, saboreamos alegrias e tristezas, por vezes acompanhados, por vezes sós. De volta ao leme que guia a nossa vida, ficamos sós. Podemos seguir as indicações da bussola ou dos conselhos de alguém. Mas maior parte das decisões são tomadas através do instinto.

 

Navegante - Todo aquele que existe e pretendem sê-lo. Navegante de vida. Que toma o leme e parte em busca de aventuras ou simplesmente se deixa conduzir por outros. Existem os navegantes passivos e os activos. Todos têm um papel importante. Contudo há os solitários que por fado não conseguem abranger um leque, mesmo que reduzido, de tripulantes/navegadores/ajudantes para o seu barco de vida e fazem-no sozinhos. E os que se rodeiam de uma tripulação quente e afectuosa por vezes e traidora e golpeante por outras. Há que saber separar a realidade daquilo que se pensa que apenas é. Navegadores mais experientes sabem se a alma, que emana do seu companheiro, é de luz ou trevas. Mas são precisos milénios de meditação e milhões de milhas percorridas para se conseguir tal proeza. Saber ler a alma de outrém.


Escrito por Capitã_de_vida às 09:40
link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

.Pesquisar neste blog

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Memórias Recentes

. Significados

.Memórias Escritas

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds